1 evento ao vivo

Nascimento de bebê loiro de olhos azuis surpreende pais negros

20 jul 2010
13h56
atualizado às 14h12

O nascimento de um bebê loiro e de olhos azuis intrigou os especialistas em genética e causou espanto em uma família de Woolwich, sul de Londres. O motivo é que os pais da menina, batizada de British Nmachi Ihegboro, são negros e segundo eles, sem ascendência branca. As informações são do jornal The Sun.

Mesmo com a diferença de cor o pai declarou que tem certeza que a recém nascida é sua filha. "Eu só não sei por que ela é loira", disse Ben, 44 anos, pai da menina. "Não sabemos de qualquer ascendência branca. Ficamos imaginando se fosse uma deformação genética", afirmou Ben.

Segundo os especialistas do Hospital Queen Mary, a menina não é albina. A mãe da criança, Ângela, 35, considera o nascimento um milagre. Nmachi, cujo nome significa "Beleza de Deus" na Nigéria, Terra Natal do casal, tem confundido os especialistas de genética, isto porque, Ben e sua esposa não têm histórico familiar de raça mista.

O professor Bryan Sykes, diretor de Genética Humana da Universidade de Oxford, chamou o nascimento de "extraordinário". "Nos seres humanos pardos, os filhos podem herdar a variante mais leve do tom de pele - e isso pode ser por vezes surpreendentemente diferente da pele dos pais", disse o especialista.

"Esses casos podem acontecer quando existe uma grande quantidade de mistura genética, como em populações afro-caribenhos. Mas na Nigéria há pouca mistura".

Sykes considera que seria necessário algum tipo de ascendência branca para que uma versão pálida dos genes dos pais fossem transmitidos ao filho. No entanto, ele acrescentou: "O cabelo é extremamente incomum. Mesmo muitas crianças loiras não têm cabelo como este no nascimento".

O especialista disse que algumas mutações desconhecidas podem ser a explicação mais provável. "As regras da genética são complexas e ainda não entendemos o que acontece em muitos casos", disse.

O nascimento surpreendente ocorre cinco anos depois que Kylie Hodgson se tornou mãe de filhas gêmeas - uma branca e outra negra - em Nottingham. Kylie, 23 anos, e seu parceiro Remi Horder, hoje com 21, são mestiços. Mesmo assim as chances para ocorrências nesses casos foram estimadas em uma para um milhão.

A reportagem não cita possibilidades de ter ocorrido troca entre os bebês nascidos na mesma maternidade.

Os pais mostram a recém nascida com a irmã e o irmão
Os pais mostram a recém nascida com a irmã e o irmão
Foto: London Sun / Reprodução
Fonte: Redação Terra
publicidade