1 evento ao vivo

Nasce em SP bebê selecionado geneticamente para curar irmã

Nasce no Brasil o 1º bebê selecionado geneticamente para curar a irmã

14 fev 2012
22h17
atualizado às 22h20

O nascimento de um bebê em São Paulo pode ajudar a salvar a vida da irmã, de 5 anos, que sofre de talassemia major, uma doença genética no sangue que pode levar à morte . A menina foi gerada por meio de um procedimento inédito no Brasil, que selecionou embriões com base em análises de DNA. Para curar a filha, os pais Eduardo e Jenyse, pensaram em ter mais um filho, sem a doença e que pudesse ser doador em um transplante de medula. As informações são do Jornal Nacional.

Depois de muita pesquisa, o casal se submeteu a uma fertilização in vitro, pela qual células retiradas de dez embriões foram analisadas. Dois eram compatíveis e um acabou vingando. "Os outros embriões foram descartados porque eles todos tinham a doença", disse a mãe de Maria Vitória, portadora da doença, e da menina que recebeu o nome de Maria Clara. "No final da tarde rompeu a bolsa e às 20h30 conseguimos fazer esse encontro multidisciplinar para coletar células-tronco e fazer o parto", afirmou a médica Poliani Prizmic. A previsão é que o transplante seja feito até o fim do ano.

Um menino de 3 anos passou por uma cirurgia em um hospital do Peru para a retirada de um feto de um 'gêmeo parasita'. O médico Carlos Astocondor, disse que casos como o do pequeno Isbac Pacunda ocorrem em um a cada 500 mil nascimentos
Um menino de 3 anos passou por uma cirurgia em um hospital do Peru para a retirada de um feto de um 'gêmeo parasita'. O médico Carlos Astocondor, disse que casos como o do pequeno Isbac Pacunda ocorrem em um a cada 500 mil nascimentos
Foto: AP
Fonte: Terra
publicidade