0

Luta contra aquecimento global chega à Suprema Corte dos EUA

6 dez 2010
19h55
atualizado às 20h49

WASHINGTON, 6 dez 2010 (AFP) -A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta segunda-feira que avaliará o direito dos estados americanos de controlar em nome dos "prejuízos ao público" as emissões de gases de efeito estufa das companhias energéticas privadas na luta contra as mudanças climáticas.

A mais alta corte americana deve examinar na primavera boreal este tema, que pode ter consequências importantes na luta contra o aquecimento global através da dissuasão financeira.

O Supremo considerará uma resolução de um tribunal inferior, que permite que os estados e grupos ambientalistas processem empresas de serviços públicos sob a lei federal de prejuízos ao público, para que reduzam as emissões de gases de efeito estufa.

A lei federal americana já tem um sistema para controlar as emissões de gases, mas a decisão de uma corte de apelações a favor de um grupo ambientalista, de oito estados e da cidade de Nova York significaria um impulso adicional no combate às emissões.

lum/ma/LR

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade