0

Katrina pode ser "culpado" por infecção com ameba devoradora de cérebros

19 set 2013
13h19
atualizado às 14h29
  • separator
  • comentários

Uma rara infecção por uma " ameba comedora de cérebros ", que matou um menino de 4 anos na Louisiana (Estados Unidos) no início de setembro pode ser resultado da ação do Katrina. Segundo especialistas, a população reduzida após o furacão, que atingiu a região em 2005, deixou a maior parte da água estagnada, o que pode ter propiciado a reprodução do micro-organismo. As informações são da CNN.

"Uma das preocupações é que ocorreu uma queda drástica na população e a água envelheceu (...) só por ficar parada nos canos, e também ocorreu uma queda na demanda", diz Jake Causey, engenheiro-chefe do departamento de saúde e hospitais do Estado.

"Quanto mais rápida ela for usada (a água), mais o sistema de abastecimento é capaz de processar um bom sistema de cloro", diz Causey. Ele afirma que se a água não é usada, o cloro é dissipado e os micro-organismos proliferam. Não há risco, contudo, em beber ou cozinhar, mas se ocorrer contato com as narinas, a ameba pode chegar até o cérebro e causar a infecção.

Segundo a reportagem, há somente mais um caso reportado de infecção pela ameba com mortes e causado por água não tratada. Em 2003, duas crianças morreram no Arizona, também nos Estados Unidos.

Testes no reservatório de água de St. Bernard Parish, onde vivia o menino da Louisiana, confirmaram que a ameba estava presente na água.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade