O que é a chuva de meteoros

Gabriela Escobar

Brasil


A chuva de meteoros, ou mais popularmente de estrelas cadentes, nada mais é do que a entrada na atmosfera terrestre de pequenas partículas sólidas vindas do espaço. Quando a Terra passa pelo rastro de cometas este fenômeno pode ser visto com mais intensidade, já que estes objetos espaciais, formados por gelo e poeira, desprendem uma grande quantidade de "resíduos" ao viajar perto do Sol.

Estes resíduos ou meteoritos entram em contato com as camadas densas da atmosfera a velocidades que vão de 15 a 70 quilômetros por segundo. A fricção com o ar faz com que a poeira estelar se torne incandescente e depois volátil. Eletrizado em sua passagem, o ar fica luminescente, dando a impressão de um rastro luminoso que parece vir do mesmo lugar do céu: a constelação de Perseu, no caso das Perseidas, a de Leão, no caso das Leonidas, e a de Gêmeos, no caso das Geminidas.

Algumas chuvas de meteoros são bem conhecidas e regulares. Como o nosso planeta sempre cruza os cinturão de meteoróides no mesmo ponto da sua órbita, as chuvas sempre ocorrem nas mesmas datas de cada ano. São as chuvas de meteoros anuais.

O fenômeno foi identificado pelo astrônomo italiano Giovanni Schiaparelli (1835-1910). Em 1862, ele descobriu que a ocorrência da chuva de meteoros Perseidas coincidia com a órbita do cometa Swift-Tuttle. Após ter comprovado esta relação, Schiaparelli chegou à conclusão de que os cometas produzem enxames de poeira que causam as chuvas de meteoros. Desde então, a maioria desses fenômenos é associada a cometas.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »