Florestas tropicais diminuem menos que o esperado

12 de agosto de 2002 • 15h31 • atualizado às 15h31

Um estudo europeu descobriu que as florestas tropicais do mundo estão desaparecendo mais lentamente do que se imaginava, apesar de o índice de destruição ainda ser alarmante, segundo a revista Science. O estudo de um grupo do Centro de Pesquisa Conjunta da União Européia verificou que a área de floresta destruída entre 1990 e 1997 foi 23% menor que o número amplamente aceito. "Acho que temos de ser cautelosos ao dizer que é uma boa notícia", disse Hugh Eva, co-autor do relatório publicado na edição desta semana da revista.

Apesar de menores, os novos números indicam uma área reduzida de duas vezes o tamanho da Bélgica todos os anos, disse Hugh à Reuters nesta segunda-feira. A maioria dos pesquisadores se utiliza de dados da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) mostrando que as florestas tropicais do mundo diminuem cerca de 0,5 por cento ao ano.

Em vez de medir toda a área de floresta tropicais, o novo estudo utilizou imagens de um satélite para se concentrar em áreas onde se acreditava haver maior desmatamento. Segundo o estudo, a perda anual poderá chegar perto de 0,3%. Florestas tropicais são responsáveis pela maior parte da biodiversidade do planeta e ajudam a retirar dióxido de carbono da atmosfera. Sua destruição pode acelerar o aquecimento global.
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »