Nova bactéria pode matar em 24 horas

18 de dezembro de 2006 • 15h14 • atualizado em 06 de fevereiro de 2007 às 13h29

O funcionário de um hospital na Inglaterra morreu após contrair uma nova variante de MRSA, uma bactéria Staphylococcus aureus resistente a antibióticos, inclusive a meticilina. Quatro outros trabalhadores do mesmo local também foram infectados por meio de amigos, informou a Agência de Proteção à Saúde do país.

» Decifrado genoma de bactéria hospitalar

Segundo o jornal britânico Times, o novo tipo de infeção é fatal e ataca pessoas jovens e saudáveis. Os sintomas são parecidos com os de infecções mais comuns, mas pode matar em 24 horas. Uma investigação posterior descobriu que a mesma bactéria matou um paciente no hospital no começo do ano.

O caso, que recém foi reportado pelas autoridades, foi identificado previamente como case one (caso único, em inglês). Segundo a agência, a vítima desenvolveu uma severa infeção MRSA e uma pneumonia, morrendo após uma cirurgia de emergência em setembro.

A bactéria que ela contraiu, PVL-positive MRSA, nunca tinha sido causa de morte dentro de um hospital. A PVL é uma toxina que destrói os glóbulos brancos, células responsáveis de lutar contra infecções. Ela ocorre em cerca de 2% das variantes das bactérias Staphylococcus aureus.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »