Fazer faxina é terapia para mulheres, diz pesquisa

24 de abril de 2006 • 07h46 • atualizado às 14h20

A maioria das britânicas considera que tarefas domésticas são uma terapia contra a angústia, de acordo com uma pesquisa feita na Grã-Bretanha por um canal de TV especializado em saúde.

» Opine: você concorda com as britânicas?

Seis em cada dez mulheres entrevistadas garantem que fazer faxina lhes proporciona "um sentimento de controle de suas vidas" e representa uma "terapia para o espírito" , revela o estudo feito para o canal Discovery Home and Health, divulgado nesta segunda-feira pelo jornal The Independent.

Cerca de 58% se sentem "deprimidas quando a casa está desordenada", e 59% afirmam que "a sujeira e a bagunça as deixam tensas". Um terço das mulheres interrogadas declara, inclusive, que esta tarefa lhes dá mais satisfação do que fazer amor.

Apenas para 4% das entrevistadas arrumar a casa é uma perda de tempo. Já 57% admitem, porém, que ficam cansadas com os afazeres domésticos, levando-se em conta que 71% trabalham fora.

Foram entrevistadas 2 mil mulheres entre 18 e 80 anos.

AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »