Aquecimento da Terra atingirá espécies migratórias

05 de outubro de 2005 • 22h34 • atualizado em 06 de outubro de 2005 às 00h00

O sapo dourado já pagou o preço da extinção e outras espécies de animais podem seguir o mesmo caminho à medida que a Terra esquenta, disse um relatório divulgado nesta quinta-feira na Inglaterra.

A mudança dos padrões meteorológicos, a elevação do nível dos oceanos e eventos climáticos cada vez mais extremos, como secas e enchentes, já estão destruindo habitats, e os cientistas prevêem que a velocidade da destruição vai aumentar, afirmou o documento.

E as espécies mais ameaçadas são aquelas que ou não conseguem migrar e não conseguem se adaptar com a rapidez necessária ou que migram, mas encontram seus pontos de descanso destruídos ou em destruição e seus suprimentos de comida diminuindo.

"Apesar de se achar que nenhuma espécie foi extinta exclusivamente devido à mudança climática - o sapo dourado é uma possível exceção -, prevê-se que muitas o sejam", disse o relatório encomendado pelo Departamento do Meio Ambiente da Grã-Bretanha.

O sapo dourado (Bufo periglenes), uma espécie bastante colorida que vivia em uma única montanha da Costa Rica, não foi mais visto desde que um macho solitário apareceu em 1989. Os cientistas acreditam que a elevação das temperaturas levou a espécie à extinção.

O relatório, preparado antes da 8ª Conferência das Partes - o órgão decisório da Convenção de Espécies Migratórias -, pede que estudos aprofundados sejam feitos em caráter emergencial para identificar as espécies mais ameaçadas. A conferência acontece em Nairóbi (Quênia), em novembro.

"O relatório é sensato. Ele mostra claramente os efeitos devastadores que as mudanças climáticas terão sobre as espécies migratórias", afirmou o ministro britânico da Biodivesidade, Jim Knight. Aves, focas, pinguins, ursos polares, peixes, baleias e répteis estão entre os milhares de animais ameaçados.

"As espécies migratórias, por viajarem grandes distâncias, por estarem sujeitas a uma série de fatores ambientais e por dependerem de uma variada gama de recursos naturais, serão particularmente afetadas pelas mudanças climáticas", disse o documento.

O Painel Internacional da Mudança Climática afirmou que a temperatura média do globo pode elevar-se em até 6 graus Celsius até 2100, provocando consequências inimagináveis.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »