Detectado jato com energia inédita na Via Láctea

18 de fevereiro de 2005 • 21h22 • atualizado às 21h22
A energia em dois centésimos de segundo foi superior a que o Sol produziu em 250 mil anos Foto: Reuters
A energia em dois centésimos de segundo foi superior a que o Sol produziu em 250 mil anos
18 de fevereiro de 2005
Foto: Reuters

Um breve jato de raios de alta energia - gamas e X - de uma potência jamais vista, foi detectado no final de dezembro na Via Láctea por vários observadores espaciais. O anúncio foi feito hoje por diferentes institutos de pesquisa.

Segundo uma equipe internacional liderada por Kevin Hurley, da Universidade de Califórnia em Berkeley, a energia produzida em dois centésimos de segundo durante este gigantesco "relâmpago", foi superior a que o Sol produziu em 250 mil anos.

Este jato de energia mil vezes superior às mais brilhantes supernovas (explosões de estrelas) provém de uma megaestrela conhecida como SGR 1806-20, explicam os pesquisadores de Berkeley na revista Nature, com a sigla SGR significando Soft Gamma Ray.

As megaestrelas são estrelas de nêutrons - resíduos estelares com massa superior a uma vez e meia a do sol, que explodiram em supernovas - que emitem raios gama de baixa energia em intervalos mais ou menos regulares e breves. A SGR 1806-20 é encontrada na constelação de Sagitário, a 50 mil anos-luz.

AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »