Raro morcego orelhudo é visto pela 1ª vez na Catalunha

31 de agosto de 2009 • 13h16 • atualizado em 01 de setembro de 2009 às 11h21
O morcego orelhudo alpino ( Plecotus macrobullaris ) só tinha sido encontrado nos Alpes e em alguns pontos do Pirineu Central Foto: Gencat/Reprodução
O morcego orelhudo alpino (Plecotus macrobullaris) só tinha sido encontrado nos Alpes e em alguns pontos do Pirineu Central
31 de agosto de 2009
Foto: Gencat/Reprodução

Pesquisadores capturaram pela primeira vez um exemplar do raro morcego orelhudo alpino (Plecotus macrobullaris) em uma caverna a 2.260 m de altitude em Queralbs (Gerona), na Catalunha, Espanha. A espécie é pouco vista e somente havia sido localizada até agora nos Alpes e em alguns pontos do Pirineu Central, cordilheira no sudoeste da Europa, normalmente entre altitudes de 1,7 mil e 2,8 mil m. As informações são do jornal espanhol El Mundo.

O exemplar de morcego orelhudo alpino foi catalogado e estudado pelos pesquisadores Xavier Puig e Carles Flaquer antes de ser devolvido à natureza. Os dois estão preparando um catálogo de espécies de morcego na região com o objetivo de aplicar medidas de conservação do habitat do mamífero. Após este descobrimento, já são 29 espécies de morcego observadas pelo menos uma vez na Catalunha.

O Plecotus macrobullaris se alimenta de insetos e hiberna em cavernas geladas a partir de 2,1 mil m de altitude. Apesar dos cientistas desconhecerem sua biologia atual, eles acreditam que sua presença pode representar um bom indicador sobre a evolução dos ecossistemas de alta montanha.

Conforme os especialistas, os morcegos trazem benefícios aos seres humanos porque ajudam a controlar as populações de insetos, podendo consumir várias toneladas anualmente.

Com informações da agência Europa Press

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »