Cientistas desvendam segredo de teias do Homem-Aranha

23 de abril de 2009 • 17h37 • atualizado às 17h52

As teias que ajudam o Homem-Aranha a saltar pelos prédios de Nova York poderiam ter uma explicação científica, segundo disse um estudo elaborado por cientistas alemães e publicado nesta quinta-feira pela revista Science.

De acordo com a pesquisa realizada por institutos alemães, a aplicação de pequenas quantidades de alguns metais nas teias - que já são mais resistentes que o aço - fez com que elas ficassem mais fortes, como as utilizadas pelo super-herói das histórias em quadrinhos. Os pesquisadores afirmaram que este processo pode ser útil na elaboração de tecidos artificiais de ossos e tendões.

"Observamos que quando pequenas quantidades de metais e outras impurezas se incorporam às estruturas de proteínas de várias partes do corpo, como mandíbulas e unhas, estas se tornam materiais surpreendentemente rígidos", disse Seung-Mo Lee, que liderou a equipe de pesquisa.

A Science informou que Lee e sua equipe utilizaram um processo conhecido como "deposição de camadas atômicas" para simular o que já ocorre na natureza, cobrindo teias de aranha - baseadas em proteínas - com metais como zinco, titânio ou alumínio.

Os metais formaram uma camada que se ajustou à superfície das fibras e houve uma reação com a estrutura da proteína. Segundo a revista, este processo aumentou consideravelmente a quantidade de esforço necessária para romper as teias.

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »