Confirmado novo caso de nascimento virgem em tubarões

10 de outubro de 2008 • 15h07 • atualizado às 15h07
O nascimento sem fecundação do óvulo ocorreu em uma fêmea da espécie  Carcharhinus limbatus
O nascimento sem fecundação do óvulo ocorreu em uma fêmea da espécie Carcharhinus limbatus
10 de outubro de 2008
AP

Cientistas confirmaram um segundo caso de "nascimento virgem" em tubarões após testes de DNA em um exemplar da espécie Carcharhinus limbatus, nascido em um aquário da Virgínia, nos Estados Unidos, informa a agência AP. Em um artigo publicado na revista cientifíca The Journal of Fish Biology, as análises comprovaram que o animal nasceu sem fecundação do óvulo, ou seja, se desenvolveu sem o material genético do pai.

» Capturado tubarão de 2 m no Rio
» Tubarão tem arpão retirado do estômago
» Pescadores acham tubarão raro

O primeiro caso registrado de reprodução assexuada, ou partenogênese, entre tubarões envolveu um filhote de cabeça-de-martelo em um zoológico de Omaha, no estado do Nebraska.

Para Demian Chapman, especialista em tubarões e principal autor do segundo estudo, o primeiro caso não foi uma aberração. Ele acredita que "é possível que as fêmeas de espécies diferentes engravidem dessa forma ocasionalmente".

Os tubarões de aquário que se reproduziram sem machos geraram apenas um filhote cada, enquanto algumas espécies podem dar à luz ninhadas de uma dúzia ou mais. Os pesquisadores advertem que os raros nascimentos assexuados não podem ser vistos como uma possível solução para o declínio da população global de variadas espécies de tubarão.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »