Grécia acha cálice e espada de ouro de 3,2 mil anos

02 de outubro de 2008 • 14h43 • atualizado às 15h11
Os objetos foram encontradas em uma sepultura micênica, no oeste da Grécia
Os objetos foram encontradas em uma sepultura micênica, no oeste da Grécia
02 de outubro de 2008
AFP

O Ministério da Cultura da Grécia descobriu em uma sepultura antiga dois objetos que teriam sido utilizados há cerca de 3,2 mil anos pela civilização micênica, que habitou o país por volta de 1580 e 1100 a.C., informa a agência AFP. As peças são um cálice de vinho de ouro e uma espada de bronze com a bainha feita de ouro.

» Túmulo micênico é achado na Grécia
» Ossada de 50 esqueletos é achada
» Restos fenícios são achados
» Descoberta reúne Zeus e Hera

Segundo os pesquisadores, testes mostraram que a espada havia sido importada da península itálica, confirmando que os micênios mantinham relações comerciais com outros povos do Mediterrâneo.

Túmulo
Em março deste ano, um túmulo micênico foi descoberto por acaso durante obras na ilha de Leucate, causando surpresa nos arqueólogos porque jamais havia existido vestígios dessa civilização no oeste da Grécia. Na época, o Ministério da Cultura comunicou que "a descoberta trouxe uma nova dimensão à pesquisa sobre este povo".

O órgão explicou que o achado identificou uma nova localização para o mapa micênico. O fato de indícios nunca terem sido encontrados na região criou uma nova dimensão para o estudo sobre o período.

O túmulo foi descoberto por acaso, durante obras de ampliação de uma estrada em Agio Nikita.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »