Cientistas estão certos de que há gelo em Marte

20 de junho de 2008 • 13h24 • atualizado em 22 de junho de 2008 às 18h45
Material branco brilhante foi detectado no interior de uma trincheira escavada pela Phoenix
Material branco brilhante foi detectado no interior de uma trincheira escavada pela Phoenix
20 de junho de 2008
AP

Cientistas que trabalham na missão Phoenix Mars Lander, da Nasa (agência espacial dos EUA), relataram ter encontrado provas supostamente contundentes de que um dispositivo robótico achou gelo ao escavar a superfície de Marte.

» Veja mais fotos do solo de Marte
» CORREÇÃO: Cientistas estão certos de que há gelo em Marte
» Falha de rádio atrasa tarefas da Phoenix
» Phoenix envia fotos históricas de Marte

A Nasa deve fornecer maiores detalhes sobre a descoberta durante uma entrevista coletiva a ser realizada na sexta-feira. Uma pequena sonda de exploração pousou em segurança, no mês passado, em um deserto gélido do pólo norte do planeta a fim de procurar por água e avaliar as condições de sustentabilidade de vida ali.

Pequenas porções de um material brilhante que teriam o tamanho de dados desapareceram de uma valeta onde haviam sido fotografadas pelo aparelho da Nasa nesta semana, disse a agência espacial em um comunicado divulgado na noite de quinta-feira.

Isso convenceu os cientistas de que se tratava de gelo ¿água congelada¿ que virou vapor após a atividade de escavação ter exposto o material, afirmou a Nasa.

"Deve ser gelo," disse o principal cientista da missão, Peter Smith, da Universidade do Arizona. "Esses pequenos torrões desapareceram completamente no período de alguns dias. Isso é uma prova perfeita de que se trata de gelo. Houve algumas especulações sobre a possibilidade de o material brilhante ser sal. O sal não consegue fazer isso."

A presença de água em Marte é um assunto intrigante dentro da comunidade científica. Nos últimos anos, pesquisadores apresentaram indícios convincentes sobre a existência de grandes depósitos de água congelada nos pólos de Marte e interpretam alguns dos aspectos geológicos do planeta como um sinal de que grandes massas de água flutuaram na superfície dele em um passado distante.

A água é um elemento fundamental para saber se já houve vida, ainda que na forma de meros micróbios, em Marte. Na Terra, a água é um elemento indispensável para a vida.

Os pedacinhos de material foram deixados no fundo de uma vala chamada de "Dodo-Goldilocks" quando o braço-robô do Phoenix alargou aquela vala, no dia 15 de junho. Várias porções do material tinham desaparecido quando o Phoenix inspecionou novamente a vala, na quinta-feira, disse a Nasa.

A agência espacial norte-americana também afirmou que a sonda, ao cavar em uma outra trincheira, usou seu braço-robô para entrar em contato com uma superfície rígida que os cientistas suspeitam ser gelo. A sonda de 420 milhões de dólares, cerca de R$ 673,8 milhões, passou dez meses viajando da Terra até Marte.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »