Descobertos prédios anteriores a 1569 a.C. no Egito

17 de junho de 2008 • 10h04 • atualizado às 10h14
Equipe de arqueólogos americanos encontrou um pátio, colunas e potes para armazenar cereais
Equipe de arqueólogos americanos encontrou um pátio, colunas e potes para armazenar cereais
17 de junho de 2008
EFE

Um grande edifício administrativo e um pátio cheio de colunas, que datam de antes da dinastia faraônica XVII (1569-1600 a.C), foram descobertos em Asuan, no sul do Egito, por uma equipe de arqueólogos da Universidade de Chicago (EUA). A informação é do Conselho Supremo de Antiguidades (CSA) do Egito.

» Equipe escava em busca do Homo Antecessor
» Fóssil de maxilar seria de hominídeo mais antigo
» Achada construção pré-inca de mais de três mil anos
» Arqueólogos encontram primeira igreja cristã do mundo

De acordo com o comunicado do CSA, os restos foram encontrados durante as escavações realizadas na zona de Tal Edfu, na cidade meridional de Edfu, próxima à Asuan, 960 quilômetros ao sul do Cairo.

O amplo espaço ocupado pelos restos do edifício administrativo indica que, na antiguidade, ele era parte de um grande centro residencial, em pleno coração da cidade, explicou o ministro da Cultura egípcio, Faruk Hosni.

O secretário-geral do CSA, Zahi Hawas, aponta que o pátiocontém 16 colunas de madeira e data de uma época anterior à da dinastia XVII.

Os especialistas encontraram no pátio um conjunto de recipientes de cerâmica onde eram guardados cereais e selos da dinastia faraônica XIII (1650 - 1773 a. C.).

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »