Teoria dos anéis dos vórtices é validada 125 anos depois

29 de abril de 2008 • 19h51 • atualizado em 13 de junho de 2008 às 19h35

Pesquisadores canadenses testaram pela primeira vez a teoria sobre a "estabilidade dos anéis dos vórtices", 125 anos depois de sua elaboração pelo prêmio Nobel de Física Joseph John Thomson, anunciou a Universidade Concórdia, nesta terça-feira, em Montreal.

As aplicações concretas dessa teoria podem permitir "a previsão da evolução dos tornados antes que apareçam nas telas dos radares e, até, a melhora das asas dos aviões", informa o comunicado da universidade.

Por mais de um século, os pesquisadores pensaram que essa teoria sobre tudo o que se amontoa era matematicamente exata, mas sem poder, de fato, validá-la.

Foi justamente isso que conseguiu uma equipe de cientistas dirigida pelo professor George Vatistas, do Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial da Universidade Concórdia.

Ao acelerar a rotação de um líquido em um recipiente, o professor Vatistas confirmou, tal como elaborado pelo britânico Thomson no início dos anos 1880, que o coração de um redemoinho visto de cima acabava tomando uma forma triangular e tendo seis ou sete pequenos redemoinhos gravitando a seu redor.

Os resultados do estudo da Universidade Concórdia serão publicados na edição de maio do periódico Physical Review Letters.

AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »