Pinto com cinco patas nasce em cidade de SC

25 de abril de 2008 • 12h13 • atualizado às 15h14
O animal nasceu com uma pata atrofiada e as outras quatro normais
O animal nasceu com uma pata atrofiada e as outras quatro normais
25 de abril de 2008
Fernanda Guidi/Especial para Terra

Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

Florianópolis


Um pinto com cinco patas nasceu na noite do último domingo na cidade de Araranguá, localizada a cerca de 220 km ao sul de Florianópolis, e se transformou numa das atrações da cidade até morrer, na manhã de ontem.

» EUA: nasce tartaruga com 2 cabeças
» Alemanha exibe bezerro com 6 patas
» Rã com seis patas nasce em Uberaba
» Pato com 4 patas perde 1 pata

Com cinco patas, uma delas atrofiada, a pequena ave virou notícia na numa pequena comunidade rural e recebeu os cuidados especiais do agricultor Altair Rocha Nunes, 46 anos, dono da propriedade onde ela nasceu.

Ainda no domingo, a mulher de Altair, Zilma, entrou no aviário e percebeu algo estranho no animal que acabava de deixar o ovo. Ela chamou o marido e eles conferiram que o pintinho contava com cinco patas.

Trataram de analisar se os outros pintinhos que vinham sendo chocados por uma galinha garnizé seriam normais. "Minha mulher queria matar o bicho pois temos uma nora grávida e existe uma crença de que ela não poderia ver coisas estranhas", disse Nunes.

O bichinho acabou se transformando na mascote e grande preocupação do agricultor, que não sabia por quanto tempo ele iria sobreviver. Além de dificuldades de locomoção, apesar das cinco patas, o animalzinho vinha sendo atacado com bicadas pelos outros pintinhos da ninhada. Nunes precisou separá-lo dos demais, para tentar mantê-lo vivo. "A solução foi separá-los e deixá-lo mais tempo com a mãe para que ele sobrevivesse", contou.

Mas ontem, para a tristeza do agricultor e de sua esposa, o pintinho acabou não resistindo e morrendo. O casal garante nunca ter visto um caso assim, apesar de criar galinhas há vários anos. "Acho que a galinha acabou sentando em cima dele e o matou", disse o entristecido Altair. "Ele só se arrastava, mas eu fiquei triste pois estava cuidando para que ele sobrevivesse por mais tempo".

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »