EUA acham nova espécie de dinossauro bico-de-pato

12 de fevereiro de 2008 • 19h10 • atualizado às 19h49
O animal, batizado de  Velafrons coahuilensis , viveu há 72 milhões de anos Foto: AP
O animal, batizado de Velafrons coahuilensis, viveu há 72 milhões de anos
12 de fevereiro de 2008
Foto: AP

O fóssil de uma nova espécie de dinossauro bico-de-pato, encontrado recentemente por pesquisadores americanos no México, poderá proporcionar novas descobertas pré-históricas sobre a América Central, informa a agência AP nesta terça-feira.

» Veja mais fotos do dinossauro
» Fóssil seria "elo perdido" do crocodilo
» Achado menor réptil voador pré-histórico

O animal, batizado de Velafrons coahuilensis, viveu há 72 milhões de anos e teria um bico semelhante ao de um pato.

A descoberta, realizada por uma equipe de paleontólogos da Universidade de Utah, foi apresentada hoje durante uma conferência no Museu de História Natural de Utah, em Salt Lake City.

O fóssil pertence a uma espécie de dinossauro conhecida como bico-de-pato ou hadrossauro, e foi encontrado no Estado mexicano de Coahuila, no norte do país.

Segundo o pesquisador Rosario Gomez, que lidera as escavações na região onde o esqueleto foi achado, Velafrons é uma combinação de latim e espanhol que faz referência à larga "testa em forma de machadinha" que o animal possui na cabeça.

O paleontólogo Terry Gates, do Museu de História Natural de Utah, informou que a espécie habitou a Terra durante o período Cretáceo Superior. Mesmo que esta era pré-histórica seja a que tenha o melhor entendimento desses animais, a América Central ainda continua um mistério para os pesquisadores porque grande parte do continente é coberto por um mar superficial e os dinossauros desse tempo foram obrigados a viver em uma estreita região ao oeste, conhecida como Laramidia.

A espécie foi formalmente apresentada na edição de dezembro do Journal of Vertebrate Paleontology.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »