EUA: grupo pede advertência sobre riscos do Botox

24 de janeiro de 2008 • 13h37 • atualizado às 14h54

Um grupo americano de defesa do consumidor está lutando para que injeções anti-rugas do tipo Botox venham com uma advertência chamativa sobre o risco de a toxina botulínica se espalhar pelo corpo. Segundo o grupo, 16 pessoas já morreram em consequência da substância.

O Public Citizen pediu às autoridades dos EUA a colocação do aviso nas embalagens do Botox, da Allergan, e do Myobloc, da Solstice. A substância é famosa por amenizar as rugas, mas também é usada para tratar problemas musculares no pescoço.

Segundo a entidade, a análise de 180 registros de problemas à FDA, entidade que regulamenta os remédios nos EUA, mostrou problemas como fraqueza muscular, dificuldade de deglutição e pneumonia por aspiração. Os laboratórios não haviam comentado a reivindicação.

Dezesseis dos casos registrados foram de mortes, entre eles quatro crianças, disse a Public Citizen. Alguns pacientes foram internados. Segundo Sidney Wolfe, da Public Citizen, os problemas podem acontecer se a toxina botulínica for para o esôfago, causando paralisia parcial.

O grupo quer, além da advertência na embalagem, que seja enviada uma carta para os médicos explicando os riscos.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »