Acordar cedo elevaria risco de doenças cardíacas

06 de setembro de 2007 • 17h00 • atualizado às 17h15

Um estudo realizado no Japão sugeriu que as pessoas que acordam cedo têm um risco maior de desenvolver problemas cardíacos. A pesquisa, conduzida por cientistas de diversos hospitais e universidades da cidade de Kyoto, indicou uma ligação entre o horário em que o indivíduo levanta da cama e a sua condição cardiovascular.

"Acordar de manhã cedo para trabalhar ou se exercitar pode não ser benéfico para a saúde, mas, ao invés disso, pode trazer grandes riscos ao coração, podendo causar hipertensão ou ataques cardíacos", disse o estudo. Mais de três mil adultos saudáveis, com idades entre 23 e 90, participaram da pesquisa.

O trabalho, no entanto, também verificou que os participantes que acordavam mais cedo eram os mais velhos, o que poderia explicar uma incidência maior de problemas de saúde. O estudo será apresentado esta semana no congresso mundial da Federação Internacional de Pesquisa do Sono e da Sociedade da Medicina do Sono, em Cairns, Austrália.

Outro estudo, apresentado em junho por pesquisadores da Universidade de Pensilvânia, nos Estados Unidos, indicou que uma privação de sono extrema também pode levar a um estresse cardíaco, colocando a pessoa em risco de apresentar doenças cardiovasculares.

AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »