ONG: mudança de clima já afeta Amazônia e Caribe

05 de abril de 2007 • 09h08 • atualizado às 11h43

A mudança climática ameaça destruir a Grande Barreira de Corais e outras maravilhas da natureza em todo o mundo se os países não agirem para reduzir as emissões de gases do efeito-estufa, disse nesta quinta-feira o grupo ambientalista WWF.

"De tartarugas a tigres, do deserto de Chihuahua à grande Amazônia, todas essas maravilhas da natureza estão em risco por causa da elevação das temperaturas", disse em comunicado Lara Hansen, cientista-chefe do programa de mudança climática global do WWF.

"A adaptação à mudança climática pode salvar algo, mas somente ação drástica dos governos para reduzir as emissões pode dar esperança de evitar sua destruição completa."

A advertência do grupo aparece no momento em que cientistas importantes reúnem-se em Bruxelas para adotar um relatório sobre ameaças regionais específicas decorrentes do aquecimento global, incluindo mais fome na África, elevação do nível do mar e derretimento de geleiras no Himalaia.

O WWF disse que a Grande Barreira de Corais sofre risco de perder a cor por causa das temperaturas mais altas da água. O rio Yangze, na China, o mais longo da Ásia, sofrerá com a falta de água quando as geleiras diminuírem e desaparecerem, disse o grupo.

A entidade afirmou que o Deserto de Chihuahua, na América do Norte, sofrerá com o recuo do Rio Grande. Seis de sete espécies de tartarugas marinhas na América Latina e do Caribe também correm risco, já que as praias de reprodução são destruídas pela elevação do nível do mar.

As árvores Alerce da Argentina e do Chile, que podem viver mais de 3.000 anos, sofrem perigo por causa dos períodos mais longos de seca e do risco maior de incêndios florestais.

O grupo exortou os países a adotarem medidas de adaptação ao aquecimento global e para evitar o seu avanço.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »