Água: escassez atingirá 60% da população em 2025

21 de março de 2007 • 19h38 • atualizado às 20h28

Cerca de 60% da população mundial viverá em regiões com escassez de água em 2025, caso se mantenha seu atual ritmo de consumo, segundo dados divulgados nesta quarta-feira pela ONU em Genebra. Por ocasião da celebração do Dia Mundial da Água, nesta quinta-feira, o escritório das Nações Unidas em Genebra alertou que "combater a escassez de água é um dos maiores desafios do século XXI".

Segundo o Conselho para o Acesso à Água e a Recursos Sanitários (WSSCC), cada continente possui zonas com déficit de água ou com grandes dificuldades de acesso por causa de fenômenos ambientais, como as secas, combinados com um maior consumo derivado do crescimento global da população e do desenvolvimento econômico. Por isso, mais de um sexto da população mundial (1,1 bilhão de pessoas) não dispõe de um acesso garantido e acessível a esse recurso natural.

"Até mesmo em lugares onde aparentemente há água suficiente, os pobres têm dificuldades para ter acesso a ela", denuncia o organismo. A diretora-executiva do WSSCC, Joan Lane, alerta que "as doenças relacionadas com a água, dentre as quais a diarréia, são a principal causa das mortes entre as crianças e matam muito mais do que a aids".

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »