Italianos instalam espelho para "substituir" o sol

26 de janeiro de 2007 • 17h43 • atualizado às 20h02
O espelho é formado por 14 placas de aço inoxidável e está instalado a 250 metros de altura Foto: AFP
O espelho é formado por 14 placas de aço inoxidável e está instalado a 250 metros de altura
26 de janeiro de 2007
Foto: AFP

As autoridades da pequena cidade de Viganella, isolada em meio aos Alpes italianos, decidiram instalar um enorme espelho na montanha para "substituir" o sol e salvar os moradores de meses de escuridão. Em pleno inverno, um raio de sol ilumina a pracinha da igreja, o que, para muitos, é quase um milagre, já que os moradores não lembram, em 800 anos de história, da catedral repleta de luz no frio mês de janeiro.

» Veja mais fotos
» Relógio biológico é influenciado pelo sol

O espelho é formado por 14 enormes placas de aço inoxidável, de 40 metros quadrados, e está instalado a 250 metros de altura, sobre a montanha. Desde dezembro, ele reflete os raios solares sobre a minúscula cidadezinha, castigada pela falta de sol de novembro a fevereiro devido às montanhas que a cercam.

"Tudo começou em 1999, com uma aposta que fiz com o arquiteto que instalou um relógio solar nos muros da igreja", contou o prefeito de Viganella, Franco Midali, que o desafiou, dizendo: "se conseguir que o sol brilhe na cidade no inverno, eu me comprometo a conseguir o dinheiro para realizar o projeto".

Após vários anos de pesquisas, o sol finalmente banha Viganella no inverno. Em 17 de dezembro de 2006, após testes com outros projetos que se revelaram menos eficazes, o espelho mágico foi inaugurado oficialmente. O custo da operação foi de cerca de US$ 116 mil.

AFP - Todos os direitos de reprodução e representação reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »