Galáxias hobbit são descobertas junto à Via Láctea

16 de janeiro de 2007 • 09h01 • atualizado às 10h39

Um recente estudo do céu trouxe à tona oito novos membros ao "Grupo Local" de galáxias próximas à Via Láctea, incluindo uma nova classe que pode estar entre as menores já conhecidas. As descobertas foram apelidadas de "galáxias hobbit" por seu tamanho reduzido e fraca luminosidade.

» Andrômeda é maior do que o imaginado
» Fotografada galáxia a 4 mi de anos-luz

O Grupo Local é uma coleção de cerca de 40 galáxias, as quais Via Láctea e Andrômeda são os membros dominantes. As galáxias restantes são, em sua maioria, pequenos satélites conhecidos como "galáxias anãs", que estão gravitacionalmente na fronteira dessas duas galáxias maiores.

As novas galáxias foram detectadas há cerca de dois anos, mas somente foram apresentadas na semana passada, no 209º encontro da Sociedade Americana de Astronomia, em Seattle. De acordo com informações da revista Science, sete dessas novas galáxias são gravitacionalmente ligadas à Via Láctea, enquanto a oitava aparece flutuando livremente no espaço.

Galáxias "hobbit"

Os novos membros do "Grupo Local" são ainda menores e mais opacas que as outras galáxias-anãs, com luminosidade entre mil e 100 mil vezes maior que o Sol.

A mais interessante delas, apelidade de Leo-T, está flutuando no espaço a cerca de 1,4 milhões de anos-luz da Terra. Isso acontece porque a distância é tão grande que a galáxia "hobbit" nem chega a ser afetada pelo campo gravitacional da Via Láctea.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »