Antiinflamatório aumenta em 40% risco de ataque cardíaco

13 de setembro de 2006 • 08h19 • atualizado às 11h00

Um levantamento de pesquisas sobre analgésicos demonstrou que o diclofenaco, remédio bastante popular, aumenta o risco de ataque cardíaco e morte súbita em 40%, de acordo com a revista Nature. A droga seria tão perigosa quanto o Vioxx, medicamento para artrite retirado do mercado há dois anos.

O diclofenaco está no mercado há décadas e é o antiinflamatório mais receitado no mundo. O aumento do risco acontece com doses freqüentemente receitadas pelos médicos. No Brasil, o diclofenaco pode ser encontrado em remédios como o Voltarem e Cataflan, além de ser vendido como genérico.

"Consumidores europeus podem passar a usar o naproxen", disse David Graham, autoridade de segurança da Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos, à revista. Estudos apontaram que o naproxen não aumenta ou diminui o risco de ataques cardíacos.

A análise das pesquisas foi publicadas nesta terça-feira pelo Journal of the American Medical Association e utilizou 23 estudos com um total de 1,6 milhão de pessoas.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »