Marte atinge hoje maior proximidade da Terra

29 de outubro de 2005 • 14h28 • atualizado às 14h39
Marte parecerá brilhante e maior hoje Foto: AP
Marte parecerá brilhante e maior hoje
27 de outubro de 2005
Foto: AP

Marte atinge hoje, às 23h25, uma das menores distâncias em relação a Terra. Marte poderá ser contemplado com um aspecto extremamente brilhante e tamanho maior do que o habitual devido à proximidade que as órbitas do planeta vermelho e da Terra registrarão.

O ápice da aproximação está marcado para as 23h25, momento em que os dois planetas atingirão uma distância de cerca de 69 milhões de km. Terra e Marte estão normalmente separados por uma distância média de 225 milhões de km.

O fenômeno poderá ser visto em todo o mundo. Marte aparecerá como um ponto cintilante amarelo e será fácil de distingui-lo no céu. A olho nu, o planeta parecerá do tamanho de uma pequena moeda. Quem puder observar com um telescópio mais poderoso do que os amadores, conseguirá perceber detalhes na superfície do planeta.

Desta vez, os espectadores do hemisfério, especialmente na América do Norte e na Europa, terão vantagem na observação. Em 2003, quando Marte ficou a 56 milhões de km da Terra, os habitantes do sul foram privilegiados.

Uma tempestade de areia e pó marciana, prevista para o momento de maior aproximação, podem atrapalhar a visão deste espetacular resplendor de Marte. Ainda assim, os especialistas indicaram que o fenômeno será visível no mundo todo salvo se ocorram condições meteorológicas adversas.

Recorde ocorreu em 2003
A distância de hoje não é um número recorde. Em 2003, os dois planetas ficaram a uma distância de cerca de 56 milhões de quilômetros.

O fenômeno acontece hoje pela segunda vez em 60 mil anos e só voltará a se repetir em 2018. Durante todo o mês de novembro, Marte poderá ser visto mais brilhante devido à aproximação.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »