Rato de esgoto quebra recorde de nado em estudo

20 de outubro de 2005 • 08h39 • atualizado às 09h17
Um rato de esgoto ou rato da Noruega Foto: AP
Um rato de esgoto ou rato da Noruega
20 de outubro de 2005
Foto: AP

Cientistas foram surpreendidos pela rapidez e eficácia em fugir de um rato de esgoto durante um experimento para entender como as pragas invadem pequenos territórios. O animal conseguiu nadar 400 metros em mar aberto, a maior distância já registrada para um rato.

O rato foi libertado, equipado com um radio-transmissor, em uma ilha deserta na Nova Zelândia, Motuhoropapa, por cientistas da Universidade de Auckland em uma tentativa de descobrir por que esses animais são tão difíceis de erradicar. "Nossas descobertas confirmaram que eliminar um único rato é desproporcionalmente difícil", diz James Russell em seu relatório, publicado no jornal científico Nature.

Apesar de todos os esforços, armadilhas, iscas e cachorros, eles não conseguiram capturar o animal. Após 10 semanas na ilha, o rato decidiu mudar de casa e atravessou 400 metros em mar aberto até uma outra ilha. Semanas depois, os cientistas conseguiram capturá-lo com uma isca de carne.

O rato de esgoto é um roedor que pesa cerca de 312 gramas e tem uma longa cauda. Invasões de ratos em ilhas remotas da Nova Zelândia têm sido um problema recorrente. As ilhas desertas Noises já foram invadidas por ratos pelo menos seis vezes entre 1981 e 2002.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »