Tratamento faz mulher mais baixa do mundo crescer

29 de março de 2005 • 10h07 • atualizado às 10h07

Zhu Haizhen, a mulher mais baixa do mundo segundo o Livro dos Recordes, o Guinness, cresceu quatro centímetros após passar por dois meses de tratamento com medicina tradicional chinesa (MTC). Assim a mulher de 79 centímetros consegui chegar a 83 centímetros.

Nascida em outubro de 1984 em Gao'an, província oriental de Jiangxi, Zhu teve o recorde confirmado em 2004. Quando tinha um ano, Zhu sofreu uma grave doença que impediu seu crescimento e, aos 20 anos, chegou a sua altura máxima, 79 centímetros, e ao peso de 10 quilos.

Segundo a agência oficial, nessa idade, devido ao tamanho de seus membros, a jovem só podia caminhar como um bebê. Em janeiro deste ano, os médicos diagnosticaram o problema de Zhu como nanismo pituitário, uma doença pouco freqüente que afeta menos de uma pessoa a cada 100 mil habitantes.

O hospital decidiu dar a ela um tratamento gratuito baseado na medicina tradicional e rejeitou qualquer tipo de cirurgia. Em dois meses, Zhu alcançou 83 centímetros de altura e ganhou quatro quilos, segundo a agência oficial chinesa. Ela se diz satisfeita e, por isso, não continuará o tratamento.

"Estou muito contente de ver que ela pode caminhar com menos dificuldade", declarou Hu Liying, avó de Zhu.

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »