0

Helicópteros encontram misteriosa cratera na Rússia

Especula-se que o buraco tenha se formado a partir da queda de um OVNI

16 jul 2014
21h13
atualizado às 21h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Há boatos de que a cratera tenha sido causada pela queda de um meteorito</p>
Há boatos de que a cratera tenha sido causada pela queda de um meteorito
Foto: Twitter

Um buraco de até 80 metros de largura foi avistado por helicópteros na Península de Yamal, na Rússia, informou o jornal Siberian Times.

Um grupo de cientistas foi enviado ao local para recolher amostras do solo e da água do local e analisar a depressão.

A causa do surgimento do buraco em Yamal - que significa "Fim do Mundo" no extremo norte da Sibéria -  ainda é desconhecida, mas há suspeitas de que o aquecimento global seja tenha sido o responsável.

Anna Kurchatova, do Centro de Pesquisa Científica do Sub Ártico, acredita que a cratera foi formada por água, sal e gás provenientes de uma explosão subterrânea, que teria sido resultado do aquecimento global.

Ela aponta que gás se acumulou no gelo, misturado com areia e sal embaixo da superfície. O aquecimento global teria provocado o derretimento desse gelo, liberando gás e causando assim um efeito similar ao do estouro de uma tampa de garrafa de champagne.

Especula-se também que um objeto espacial, possivelmente um meteorito, tenha provocado a rachadura do solo, localizada a cerca de 30 quilômetros do maior campo de gás de Yamal, o Bovanenkovo.

Especialistas estão confiantes de que, em breve, surgirá, uma explicação científica para o fato, minando os rumores de que o buraco seria a evidência da chegada de um OVNI, um objeto voador não identificado, na Terra.

Veja também:

O mergulhador paraplégico que ajuda a limpar mar em Israel
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade