1 evento ao vivo

Garrafa criada por estudante transforma ar em água potável

Aparelho é acoplado em uma bicicleta e contém um condensador. No topo do sistema, há um painel de energia solar

20 nov 2014
14h56
atualizado às 14h57
  • separator
  • comentários

Uma garrafa que consegue produzir meio litro de água por hora em regiões úmidas, através do condensamento do ar, foi desenvolvida pelo estudante austríaco Kristof Retezár. Detalhe: o recurso é potável.

<p>Cada uma das garrafas deva custar entre 25 e 40 dólares</p>
Cada uma das garrafas deva custar entre 25 e 40 dólares
Foto: Eco Desenvolvimento

Batizado de Fontus, o aparelho é acoplado no quadro de uma bicicleta e contém um condensador e uma garrafa, que armazena o líquido produzido. No topo do sistema, há um painel de energia solar que alimenta o funcionamento do condensador.

Funciona assim: quando a bicicleta entra em movimento, o vento esfria o ar úmido, condensando-o. As gotas de água geradas descem pelo sistema, que armazena o líquido na garrafa acoplada.

Um filtro ainda é fixado na abertura por onde o vento assopra, impedindo que insetos e sujeira danifiquem os componentes ou contaminem a água.

Viabilidade comercial
Atualmente, o protótipo é capaz de produzir uma gota d'água por minuto, em atmosferas com 50% de umidade e temperaturas de pelo menos 20ºC.

Retezár, que estuda Desenho Industrial, afirma que cada uma das garrafas deva custar entre 25 e 40 dólares, valor que ele espera diminuir com crowdfunding (financiamento coletivo) e a produção em larga escala do sistema.

Fonte: Eco Desenvolvimento Eco Desenvolvimento
  • separator
  • comentários
publicidade