0

Francês Robert Barbault, especialista em biodiversidade, morre aos 70

12 dez 2013
19h32
atualizado em 13/12/2013 às 07h04

O renomado biólogo francês Robert Barbaul, especialista em Biodiversidade, faleceu nesta quinta-feira, aos 70 anos - anunciou a associação Humanidade e Biodiversidade, da qual era vice-presidente.

Nascido em 24 de janeiro de 1943, em Paris, Barbault dirigiu o Departamento de Ecologia e Gestão da Biodiversidade no Museu Nacional de História Natural, de 2002 a 2012. Seus campos de pesquisa e de expertise eram a ecologia, a dinâmica da biodiversidade e a biologia da conservação.

"Robert era um grande pensador sobre as interações entre a natureza e a humanidade. Hoje, eu perdi um mestre", disse à AFP o presidente do Museu, o biólogo Gilles Boeuf.

Segundo ele, "Robert era alguém que amava profundamente os humanos".

"Ele tinha um papel muito importante na comunidade científica", afirmou, acrescentando que era um pesquisador "extremamente preocupado" com a degradação das espécies e buscava "reconciliar economia e ecologia".

"Estamos realmente tristes", lamentou o diretor da associação, Christophe Aubel.

O astrofísico Hubert Reeves saudou "a memória de um cientista que se comprometeu com os seres vivos e deu uma contribuição preciosa para a associação por suas competências e por sua grande simplicidade".

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade