0

Neandertais teriam ferramentas mais avançadas que primeiros humanos

12 ago 2013
19h58
atualizado às 20h43
  • separator
  • comentários

Um sofisticado equipamento para trabalhar o couro, encontrado em uma caverna da França, oferece a primeira evidência de que os neandertais tinham ferramentas de osso mais avançadas do que os primeiros humanos modernos, afirmaram cientistas nesta segunda-feira.

Arqueólogos encontraram instrumentos de pedra usados por neandertais e que eram mais sofisticados que os dos primeiros humanos modernos da Europa
Arqueólogos encontraram instrumentos de pedra usados por neandertais e que eram mais sofisticados que os dos primeiros humanos modernos da Europa
Foto: AFP

Os quatro fragmentos de ferramentas de osso para curtir o couro, conhecidos como "laceadores" ou amaciadores, foram encontrados em dois sítios arqueológicos vizinhos no sudoeste da França, segundo um estudo publicado na revista especializada PNAS.

A datação por carbono indica que estas ferramentas com bordas suaves e pontas arredondadas encontradas nos sítios de Pech-de-l'Azé I e Abri Peyrony têm cerca de 50 mil anos, disseram os cientistas.

Isto as transformaria nas ferramentas de osso conhecidas mais antigas da Europa, feitas e utilizadas muito antes de os humanos modernos substituírem os neandertais há 40 mil anos, disseram os pesquisadores.

Os neandertais são mais conhecidos por usar ferramentas de pedra e muitos arqueólogos sustentaram que foram os humanos modernos que os introduziram no uso mais avançado de instrumentos de osso.

Embora os últimos resultados não sejam conclusivos, eles permitem avaliar quais grupos usavam ferramentas de osso para trabalhar o couro e quando.

Este tipo de ferramenta poderia ser invenção dos neandertais, disse a principal autora do estudo, Shannon McPherron, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva em Leipzig, Alemanha.

"Por enquanto, as ferramentas ósseas destes dois sítios são uma das melhores provas que temos de que os neandertais desenvolveram por conta própria uma tecnologia previamente associada apenas com os humanos modernos", disse.

Mas os cientistas também não descartam a possibilidade de que os humanos modernos chegaram à Europa antes do que se pensava e transmitiram esta tecnologia aos neandertais.

Aproveitar a flexibilidade dos ossos
Mesmo assim, os artefatos foram descobertos em locais onde não há evidências de outras culturas, destacaram. "Se os neandertais desenvolveram este tipo de ferramentas de ossos por conta própria, é possível que os humanos modernos tenham adquirido esta tecnologia dos neandertais", disse outra das autoras do estudo, Marie Soressi, da Universidade de Leiden, na Holanda.

"Os seres humanos modernos parecem ter entrado na Europa só com instrumentos de ossos pontiagudos e pouco depois começaram a fazer laceadores. Esta é a primeira prova possível de uma transmissão dos neandertais aos nossos antepassados diretos", destacou.

Outras ferramentas de osso foram encontradas em sítios neandertais, mas eram raspadores, ferramentas com fendas ou machadinhas.

"Aqui temos um exemplo do que os neandertais aproveitavam a docilidade e a flexibilidade dos ossos para dar-lhes forma de novas formas para fazer coisas que não podiam fazer com pedras", disse McPherron.

O laceador de osso, feito com costelas de cervo, é passado várias vezes sobre a pele para torná-la mais flexível, brilhante e resistente à água. De fato, os pesquisadores disseram que atualmente os curtidores usam instrumentos similares.

Os neandertais viveram em regiões da Europa, Ásia Central e Oriente Médio por mais de 300 mil anos. Ainda se discute a razão pela qual desapareceram, há 40 mil anos.

Segundo algumas teorias, sua população diminuiu devido a invernos com frio extremo. Outros acreditam que foram massacrados pelo Homo sapiens, mais inteligente e sofisticado, que entrou no território neandertal vindo da África e da Europa oriental.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade