FAB cria normas para pilotos em caso de contato com ovnis

atualizado às 16h03
  • comentários

A Força Aérea Brasileira (FAB) decidiu regulamentar a forma como seus integrantes devem proceder caso avistem ou saibam da aparição de objetos voadores não identificados (ovnis), informou nesta terça o Diário Oficial .

De acordo com as normas, diante da aparição ou da notícia de que alguém tenha visto um ovni, os oficiais devem registrá-la nos livros do Comando da Aeronáutica, que, por sua vez, deverá elaborar um documento que será enviado ao Arquivo Nacional.

 Foto: Divulgação
O Arquivo Nacional do Reino Unido divulgou na quinta-feira um novo lote de documentos secretos sobre casos de objetos voadores não identificados (ovnis). Os arquivos contêm dezenas de relatos de ovnis entregues ao ministro da Defesa entre 1995 e 2003. Entre os documentos, está esse esboço de um relato de um objeto em forma de "U" visto em Edimburgo em outubro de 1995
Foto: Divulgação

Não existem registros oficiais sobre a aparição de naves de outros planetas no Brasil, mas durante a ditadura militar os serviços de inteligência do Estado investigaram a suposta presença de ovnis no céu da cidade de Colares, no Pará.

Conhecida como "Operação Prato", a investigação aconteceu entre 1977 e 1978, mas a ocorrência de estranhos fenômenos na cidade nunca foi comprovada.

EFE    

compartilhe

publicidade
publicidade