0

Estilo de vida ocidental não é sustentável, adverte especialista

29 nov 2009
10h31
  • separator
  • comentários

O estilo de vida do Ocidente não é sustentável com o tempo e tem que mudar radicalmente, segundo Rajendra Pachauri, presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês).

"O nível de consumo e o desejo de consumir das pessoas alcançaram proporções exageradas", afirma Pachauri, em declarações ao dominical britânico "The Observer".

O cientista indiano propõe, entre outros, que os hotéis controlem o uso de eletricidade de seus clientes, sejam elevados substancialmente os impostos à aviação ou se limite o uso do gelo na água oferecida nos restaurantes.

"Não vejo por que os hotéis não deveriam ter um contador em cada quarto para medir a energia utilizada por cada cliente no banho ou no sistema de calefação ou ar condicionado, e cobrar depois por ela", explica Pachauri.

O especialista quer também que os Governos utilizem os impostos ao setor aéreo para subsidiar outras formas de transporte menos poluentes.

"Deveria haver uma grande diferença entre o custo de voar e o de viajar de trem", afirma Pachauri, segundo o qual as pessoas insistem em continuar voando, apesar de, muitas vezes, uma viagem de trem ser tão rápida e confortável.

Além disso, deveriam ser tomadas medidas para limitar o uso do automóvel, em forma de impostos especiais aos veículos mais poluentes.

Pachauri causou polêmica no ano passado ao propor que as pessoas comam menos carne devido às emissões de metano e de outros gases do efeito estufa associadas à pecuária.

Segundo o cientista indiano, principalmente os jovens serão responsáveis por liderar a mudança necessária, já que "são muito mais receptivos que os adultos, que estão corrompidos" pelo velho estilo de vida.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade