Espaço

publicidade
02 de novembro de 2013 • 11h31 • atualizado em 05 de Novembro de 2013 às 13h01

Último eclipse solar do ano pode ser visto domingo no Norte e Nordeste

Especialistas recomendam não olhar para o Sol durante incomum eclipse híbrido; quem quiser acompanhar deve ficar de olho no céu pela manhã

Eclipse solar total pôde ser visto na Austrália em novembro de 2012, o primeiro do tipo na região em 1,3 mil anos
Foto: AFP
 

Um raro eclipse solar poderá ser acompanhado em alguns Estados do Norte e Nordeste do Brasil e em regiões de África, Europa e Estados Unidos no próximo domingo, quando a Lua tapará o Sol parcial ou totalmente, dependendo da localização do observador. Esse deve ser o último eclipse solar de 2013, e poderá ser visto no País pela manhã, entre as 9h e 11h (horário de Brasília).

Consulte mapa da trajetória do eclipse

A forma arredondada da Terra, que deixa algumas regiões do planeta mais próximas da Lua, explica por que alguns espectadores do oeste da África verão um eclipse total, enquanto aqueles que estiverem no Brasil, no leste dos Estados Unidos ou no sul da Europa só verão o Sol parcialmente oculto. Em qualquer caso, os especialistas recomendam não olhar diretamente para o Sol durante este incomum eclipse híbrido, a menos que se use um vidro especial ou se observe o fenômeno indiretamente, usando um filtro. Óculos de sol comuns não protegem os olhos o suficiente, advertiram. 

A maior parte do eclipse acontecerá às 10h37 de Brasília no Oceano Atlântico, 330 quilômetros a sudoeste da Libéria, segundo um site da Nasa na internet que registra eclipses. No Brasil, o eclipse anular só poderá ser visto em sua forma parcial - ou seja, o tamanho da Lua no céu não será suficiente para encobrir totalmente o Sol.

No Gabão, oeste da África, o eclipse total poderá ser visto. No ponto máximo do fenômeno sobre a Terra, na região central do país africano, por volta das 11h50 de Brasília, o Sol ficará oculto durante um minuto, aproximadamente. O eclipse solar terá duração de dez segundos no norte do Quênia.

Se as condições meteorológicas permitirem, as fases parciais do eclipse poderão ser observadas no sul da Europa, incluindo algumas partes de Espanha, Itália e Grécia. No leste dos Estados Unidos, os espectadores poderão ver um eclipse parcial pouco depois do nascer do Sol, assim como no Brasil, onde a luz do Sol deve escapar ao redor da Lua.

Com informações da AFP.

Lua oculta planeta Vênus; veja imagens do fenômeno astronômico

Colaboraram com esta notícia os internautas Valmir M. de Morais, de Juazeiro do Norte (CE), Léo Melo, de Paulista (PE), Vantuir Azevêdo, de Florânia (RN) e James Solon, de Recife (PE), que participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Terra Terra