0

SpaceX se prepara para lançar cápsula Dragon à ISS

6 out 2012
16h43
atualizado às 17h22

Após o sucesso do voo de sua cápsula Dragon para a Estação Espacial Internacional (ISS), em maio passado, a empresa americana SpaceX tentará no domingo a primeira de 12 missões de abastecimento previstas no âmbito de um contrato com a Nasa. A SpaceX inaugurou uma nova era no transporte espacial em órbita ao conseguir em maio, durante seu voo de demonstração, acoplar a primeira nave privada à ISS, que retornou sem problemas à Terra uma semana depois, pousando no oceano Pacífico.

Técnicos da NASA acoplam cápsula da Dragon ao Falcon9 nas instalações da SpaceX em Cabo Canaveral
Técnicos da NASA acoplam cápsula da Dragon ao Falcon9 nas instalações da SpaceX em Cabo Canaveral
Foto: AFP

"O lançamento do domingo (...) marca o verdadeiro início dos voos comerciais de transporte de provisões em direção à ISS para a Nasa", declarou na sexta-feira o diretor da agência espacial americana Charles Bolden durante uma coletiva on-line via Google com o diretor-geral da SpaceX, o multimilionário Elon Musk, fundador da sociedade. "Queria lembrar que se tratará da segunda vez, apenas, que tentaremos ir à ISS e há, sem dúvida, riscos de que algo não funcione", afirmou com prudência Musk.

O lançamento do foguete de dois estágios Falcon 9, que transporta a cápsula Dragon, está previsto para as 00H35 GMT de segunda-feira (21h35 de Brasília) a partir da base da força aérea em Cabo Cañaveral (Flórida, sudeste), nas proximidades do centro espacial Kennedy. Caso a operação não possa ser realizada no domingo, uma nova tentativa está prevista para os dias 8 e 9 de outubro.

A cápsula não tripulada, de seis toneladas de peso, ativará suas duas antenas solares antes de iniciar seu trajeto em direção à ISS, onde sua chegada está prevista na quarta-feira, dia 10 de outubro. A Dragon deve retornar à Terra no dia 28 de outubro, com um pouso de paraquedas no oceano Pacífico, na costa do sul da Califórnia. A cápsula transportará cerca de 454 quilos de equipamento, incluindo materiais essenciais para a realização de 166 experiências científicas por parte dos seis integrantes da tripulação atual da ISS, a Expedição 33, composta por dois americanos, entre eles uma mulher, um japonês e três russos.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade