1 evento ao vivo

Planeta gêmeo de Júpiter é encontrado perto de "segundo sol"

Descoberta foi possível pela utilização do telescópio de 3,6 metros do ESO

15 jul 2015
14h20
atualizado às 15h01
  • separator
  • comentários

Uma equipe internacional de astrônomos, liderada por cientistas brasileiros, descobriu um planeta igual a Júpiter orbitando à mesma distância de uma estrela semelhante ao Sol, o que poderia ser um marco na busca de sistemas planetários análogos ao solar, informou o Observatório Europeu do Sul (ESO).

Equipe de astrônomos focou sua busca em estrelas semelhantes ao Sol em uma tentativa de achar "um sistema solar 2.0"
Equipe de astrônomos focou sua busca em estrelas semelhantes ao Sol em uma tentativa de achar "um sistema solar 2.0"
Foto: Earth Sky / Reprodução

A descoberta, apresentada em um artigo científico publicado na revista "Astronomy and Astrophysics", foi possível pela utilização do telescópio de 3,6 metros do ESO, instalado no Observatório de la Silla, no Chile.

Siga o Terra Notícias no Twitter

A equipe de astrônomos focou sua busca em estrelas semelhantes ao Sol em uma tentativa de achar "um sistema solar 2.0".

O observatório explicou que a disposição do nosso sistema solar, tão propícia a gerar vida, foi possível graças à presença de Júpiter e a influência gravitacional que este gigante planeta gasosos exerceu sobre o sistema durante sua formação.

Por isso a existência de um planeta com massa e órbita semelhantes a Júpiter ao redor de uma estrela como o Sol - a HIP 11915 - abre a possibilidade de o sistema ao redor desta estrela poder ser semelhante ao solar.

A HIP 11915 tem massa parecida com o Sol, aproximadamente a mesma idade e a similaridade de sua composição sugere que poderia haver planetas rochosos orbitando mais perto da estrela, como acontece no sistema solar.

Planetas e estrelas parecidas já haviam sido encontrados, mas este "é o análogo mais exato achado até agora", ressaltou o ESO.

"A busca de uma Terra 2.0 e um sistema solar 2.0 completo constituem um dos desafios mais emocionantes para a astronomia", ressaltou Jorge Melendez, da Universidade de São Paulo (USP), líder da equipe e coautor do artigo científico.

"Esta descoberta é, em todo aspecto, um sinal emocionante de que provavelmente existam outros sistemas solares esperando para serem descobertos", destacou Megan Bedell, da Universidade de Chicago (EUA) e principal autora do artigo.

O ESO explicou que serão necessárias observações de acompanhamento para confirmar e analisar esta descoberta, "mas a HIP 11915 é um dos candidatos mais promissores até agora a abrigar um sistema planetário semelhante ao nosso".

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade