5 eventos ao vivo

Observatório ESO capta imagens de seis galáxias espirais

27 out 2010
10h44
atualizado às 11h59
  • separator
  • comentários

Seis galáxias espirais foram observadas por telescópio do observatório ESO (Observatório Europeu do Sul, na sigla em inglês) em Paranal, no Chile. As imagens foram obtidas sob luz infravermelha com a câmera HAWK-I.

Seis galáxias espirais foram registradas por telescópio do observatório ESO. A imagem é uma combinação das seis fotos
Seis galáxias espirais foram registradas por telescópio do observatório ESO. A imagem é uma combinação das seis fotos
Foto: ESO / Divulgação

As imagens, segundos os astrônomos do ESO, ajudarão na compreensão de como se formam e evoluem as galáxias expirais. O estudo, liderado por Preben Grosbol, do ESO, tem como objetivo analisar as maneiras complexas e sutis pelas quais as estrelas nestes sistemas formam estruturas espirais perfeitas.

A primeira galáxia da imagem é a NGC 5247, que se situa entre 60 e 70 milhões de anos-luz da Terra. Ela se encontra de frente para a Terra, o que colabora na visualização de sua forma espiral. A segunda imagem mostra Messier 100, descoberta no século XVIII. Está localizada a cerca de 55 milhões de anos-luz da Terra.

A terceira galáxia é NGC 1300, considerada um protótipo das galáxias espirais, que fica a cerca de 65 milhões de anos-luz da Terra. NGC 4030 é a quarta galáxia, localizada a 75 milhões de anos-luz.

NGC 2997 é a penúltima galáxia da imagem, situada a cerca de 30 milhões de anos-luz. É a mais brilhante galáxia entre as divulgadas. Finaliza a imagem a galáxia NGC 1232, a cerca de 65 milhões de anos-luz da Terra, que está entre as primeiras imagens obtidas na história do ESO.

Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade