1 evento ao vivo

Nova imagem da Nasa capta Saturno sob eclipse do Sol

A Terra, um minúsculo pontinho azul na foto, também foi capturada na imagem feita pela sonda Cassini

13 nov 2013
10h59
atualizado às 13h29
  • separator
  • comentários

A Agência Espacial Americana (Nasa) divulgou uma nova foto do planeta Saturno, capturada em julho pela sonda espacial Cassini. A imagem faz parte de uma série do projeto The Day The Earth Smiled (O Dia em que a Terra Sorriu, em tradução livre), promovido pela chefe de Imagem da Nasa, Carolyn Porco.

Imagem mostra o eclipse solar em Saturno
Imagem mostra o eclipse solar em Saturno
Foto: BBC News Brasil

Em 19 de julho, dia em que a imagem foi produzida, pessoas de todos os cantos do mundo foram convidadas a saírem de suas casas e olharem para os céus, em uma espécie de celebração da existência humana em meio à imensidão do Universo. A ideia é que entre as fotos feitas pela Cassini também estivessem imagens da Terra, colhidas de um bilhão de quilômetros de distância.

Imagem mostra a posição de luas e de outros planetas em relação a Saturno. A Terra é o pequeno ponto à direita, onde lê-se "We are here" (Estamos aqui)
Imagem mostra a posição de luas e de outros planetas em relação a Saturno. A Terra é o pequeno ponto à direita, onde lê-se "We are here" (Estamos aqui)
Foto: BBC News Brasil

No depoimento abaixo, Carolyn Porco descreve o que mostram as imagens e comenta o significado do evento de 19 de julho.

"Há quatro meses, nossas câmeras na Cassini foram comandadas para executar uma sequência de imagens rotineiras.

No dia 19 de julho, uma série de imagens enquadrando Saturno, seu inteiro sistema de anéis e luas foi capturada enquanto a sonda estava posicionada em uma sombra criada pelo eclipse do sol sobre o planeta.

Outra intenção da ocasião era capturar a imagem de nosso próprio planeta - minúsculo, remoto, sozinho -, visto de um bilhão de quilômetros de distância.

A análise detalhada das imagens nos permite ver algumas das luas mais importantes do planeta, como a brilhante Enceladus e Tethys, que tem um terço do tamanho da nossa. Do outro lado do planeta, na parte superior direita, está Mimas, uma lua crescente que deita sua sombra sobre parte do anel E.

Ao continuar explorando as imagens, é possível ver abaixo dos anéis principais, do lado direito, distante e perdido em meio à cena radiante, um pequeno pontinho azul flutuando em um mar de estrelas.

Esta é a nossa casa, a Terra. E mais do que isso, a imagem daquele pontinho capta um momento, congelado no tempo, em que os habitantes do nosso planeta fizeram uma pausa de suas atividades normais para reconhecer a nossa existência.

Espero que, no futuro, quando as pessoas olharem novamente para esta imagem, elas se lembrem do momento em que por mais inusitado que pareça, elas estavam lá, sabiam que estavam sendo 'fotografadas' e sorriram".

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade