5 eventos ao vivo

Nebulosa em forma de 'borboleta celeste' rodeia estrela gigante vermelha

9 out 2013
10h45
atualizado às 10h47
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
A Nebulosa da Caneca de Toby é uma nuvem de gás e poeira iluminada do interior por uma estrela central
A Nebulosa da Caneca de Toby é uma nuvem de gás e poeira iluminada do interior por uma estrela central
Foto: ESO / Divulgação

Uma imagem detalhada da Nebulosa da Caneca de Toby - uma nuvem de gás e poeira que rodeia uma estrela gigante vermelha - foi divulgada pelo Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) nesta quarta-feira. Conhecida pelo nome formal IC 2220, essa nebulosa se torna visível quando a radiação estelar é refletida pelos grãos de poeira. A imagem mostra a estrutura em arco caraterística da nebulosa que, fiel ao seu nome, parece uma caneca.

Esta estrutura de borboleta celeste é praticamente simétrica e tem uma dimensão de cerca de um ano-luz. Tais objetos são considerados raros porque essa fase da vida das estrelas é de curta duração. A Nebulosa da Caneca de Toby é uma nuvem de gás e poeira iluminada do interior por uma estrela chamada HD 65750, uma gigante vermelha que tem cinco vezes a massa do nosso Sol e encontra-se em uma fase muito mais avançada da sua vida, apesar da sua comparativamente idade jovem de cerca de 50 milhões de anos.

A nebulosa foi criada pela estrela, que perde parte da sua massa para o espaço circundante, formando uma nuvem de gás e poeira à medida que a matéria arrefece. As gigantes vermelhas formam-se de estrelas que estão envelhecendo e se aproximam das fases finais da sua evolução. Daqui a milhares de milhões de anos, nosso Sol também vai se expandir até se tornar uma gigante vermelha. Por essa altura, a Terra estará já em muito más condições. O elevado aumento de radiação e os fortes ventos solares que acompanharão o processo de inflação do Sol, destruirão toda a vida na Terra e farão com que a água dos oceanos se evapore, antes do planeta inteiro se desfazer completamente.

Espaço em setembro: Voyager deixa o Sistema Solar e Nasa encontra água em Marte

Veja também:

Como era ser uma criança negra na Alemanha pós-guerra
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade