1 evento ao vivo

Homem pode voltar a pisar na Lua até 2020

7 jan 2009
14h49
atualizado às 14h54

Quatro décadas após o homem chegar à Lua, pesquisadores da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) estão desenvolvendo um novo sistema de transporte de astronautas para o espaço. O equipamento a ser utilizado foi inspirado nos moldes do programa Apollo, que levou astronautas ao solo lunar em 1969. As infomações são do El Pais.

» Primeira viagem à Lua completa 40 anos
» Nasa discute futuro das viagens espaciais

Batizado de Constellation (constelação, em inglês), o programa que pretende levar o homem novamente à Lua até 2020 será testado no segundo semestre deste ano, quando está previsto um vôo experimental.

Presa à ponta de um foguete, do qual se desprende em órbita, a cápsula Orion permitirá o transporte de tripulação e carga para estações espaciais e missões à Lua.

A bordo, serão utilizadas tecnologias computadorizadas, novos sistemas de propulsão, proteção térmica, ejeção de tripulantes e escape em caso de emergência, o que garante maior segurança aos astronautas. Também serão incorporados painéis solares para permitir a permanência em órbita durante longos períodos.

A Orion levará astronautas até o superfície lunar enquanto o foguete Ares V ficará em órbita à espera do reembarque da equipe para o retorno à Terra.

A cápsula deverá levar até seis astronautas para a Estação Espacial Internacional e até quatro astronautas para a Lua.

Fonte: Redação Terra
publicidade