PUBLICIDADE

ESO divulga imagem mais detalhada já feita de galáxia

1 ago 2012 - 08h31
(atualizado às 09h19)
Publicidade

O Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) divulgou nesta quarta-feira a imagem mais detalhada já obtida da galáxia NGC 1187. No registro pode-se ver pelo menos seis braços proeminentes cheios de gás e poeira. As regiões azuis indicam a presença de jovens estrelas da mesma cor.

A supernova SN2007Y, mesmo muito longe de seu brilho máximo, pode ser vista na parte inferior
A supernova SN2007Y, mesmo muito longe de seu brilho máximo, pode ser vista na parte inferior
Foto: ESO / Divulgação

A NGC 1187 fica a 60 milhões de anos-luz. Nela foram vistas duas supernovas nos últimos 30 anos, a última em 2007. A região central é mais amarelada devido à presença de estrelas velhas, gás e poeira. No centro, ao invés de um bojo redondo, vemos uma estrutura em forma de barra que atua como um mecanismo que encaminha o gás dos braços para o coração da galáxia e aumenta a formação estelar nesse local. Ainda é possível ver, fora da NGC 1187, outras galáxias mais tênues e distantes.

A supernova SN2007Y foi descoberta no ano em que lhe dá nome pelo astrônomo amador Berto Monard, na África do Sul. Após a descoberta, se estudou detalhadamente e se monitorou a explosão estelar durante um ano com a utilização de diversos telescópios. A imagem divulgada hoje é um mosaico feito a partir de algumas dessas observações. A supernova, muito depois de seu brilho máximo, ainda pode ser vista, na parte inferior.

Fonte: Terra
Publicidade