0

Cientistas britânicos procuram por evidências de universos paralelos

4 ago 2011
17h20
atualizado às 18h05
Guilherme Abati

Cientistas britânicos estão à procura de sinais que comprovem que vivemos em um multiverso - um universo onde coexistem vários universos alternativos ao mesmo tempo. Segundo a agência UPI , os cientistas buscam encontrar algumas indicações na radiação deixada pelo Big-Bang no momento do surgimento do Universo, as quais poderiam provar que tanto o Big-Bang quanto a nossa existência seriam resultados de uma colisão entre dois universos paralelos.

Satélite Planck envia primeira imagem do conjunto do Universo. Ao fundo, em magenta e amarelo, vê-se a luz mais antiga do Universo, formada 380 mil anos após o Big Bang
Satélite Planck envia primeira imagem do conjunto do Universo. Ao fundo, em magenta e amarelo, vê-se a luz mais antiga do Universo, formada 380 mil anos após o Big Bang
Foto: AFP

"Esse trabalho que estamos iniciando testará uma teoria que é realmente maravilhosa: que nós vivemos dentro de um vasto multiverso, onde outros universos constantemente estão sendo criados", afirma Stephen Feeney, pesquisador envolvido no projeto.

Esses universos paralelos, que por enquanto só existem em teoria e na ficção científica, podem ser completamente diferentes do nosso, e também abrigar inúmeras manifestações de vida.

O site TG Daily divulgou que um time de cosmólogos da University College London e da Imperial College London está fazendo simulações de como seria o universo com e sem essas teóricas colisões entre universos paralelos e desenvolveram um novo algoritmo que determina qual dessas possibilidades encaixa-se melhor com os últimos dados recolhidos pela sonda WMAP.

Os primeiros resultados não são consistentes e não podem provar ou rechaçar a existência de múltiplos universos. Contudo, informações futuras poderão resolver esse enigma.

Geek

compartilhe

publicidade
publicidade