1 evento ao vivo

Buzz Lightyear que viajou à ISS é doado ao Museu do Espaço

29 mar 2012
20h56
atualizado em 30/3/2012 às 00h20

O boneco Buzz Lightyear, personagem da animação "Toy Story", que viajou à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo da nave Discovery foi doado nesta quinta-feira por seu criador ao Museu do Ar e do Espaço do Instituto Smithsonian, com a missão de inspirar futuras gerações de cientistas e astronautas.

O brinquedo, o popular astronauta da saga "Toy Story", passou a fazer parte da galeria da fama do museu, que é um dos mais visitados da capital americana. Trata-se do mesmo Buzz que voou na missão STS-124 a bordo da Discovery à ISS, que orbita a cerca de 380 quilômetros da Terra a uma velocidade de 27 mil quilômetros por hora, e retornou na missão STS-128, 15 meses mais tarde, na mesma nave.

Sua presença foi vital para as demonstrações educativas realizadas pelos astronautas das expedições 18, 19 e 20 da tripulação permanente do complexo espacial para, por exemplo, explicar o fenômeno da gravidade. Com seu rosto sorridente, o boneco olhava para o público que ficou de pé quando seu criador, John Lasseter, chefe de criação dos estúdios de animação Pixar, fez a entrega do corajoso astronauta na cerimônia que também contou com a participação da vice-diretora da Nasa, Lori Garver, e o diretor do museu, Jack Dailey.

"Este é um dos dias mais felizes da minha vida, sem dúvida", afirmou Lasseter, que contou como cresceu "colado à tela da televisão" acompanhando as missões Mercúrio, Genesis e Apolo. Ele lembrou da criação dos personagens do filme, quando achava que o boneco que desbanca o vaqueiro Woody deveria ser algum tipo de super-herói. No entanto, ao "olhar para trás", lembrou o que o entusiasmava quando era criança e pensou: tem que ser um astronauta.

Quanto ao nome, Lasseter explicou que, como se trata de um herói que viaja pelo espaço, pensou em usar algo significativo, como a medida de distância no espaço: os anos-luz (Lightyear). Sobre "Buzz", foi em homenagem ao astronauta "mais genial" que a Nasa já teve, Edward "Buzz" Aldrin, que pilotou a Apolo 11 e o segundo homem a pisar na lua, depois de Neil Armstrong.

Lasseter, que recebeu como lembrança um quadro com remendos dos escudos da Nasa que voaram a bordo da Discovery, desejou que o boneco que realizou seu sonho e viajou no espaço inspire as crianças que o visitarem. "Espero que um futuro astronauta que pise em um asteroide ou vá à Estação Espacial Internacional seja inspirado por esta missão. Seria algo espetacular", assegurou.

O boneco terá um lugar especial dentro da maquete da nave Discovery do museu, que também receberá a nave verdadeira em suas instalações na Virgínia, nas proximidades do Aeroporto Internacional Dulles, em abril. A vice-diretora da Nasa destacou a "extraordinária colaboração" educativa entre a agência espacial e os estúdios Pixar para elaborar vídeos, jogos e outros materiais disponíveis em seu site para tornar a ciência mais atrativa para as crianças.

EFE   
publicidade