0

ESO premia melhores imagens processadas por amadores em 2010

13 jan 2011
08h32
atualizado às 10h45
  • separator
  • comentários

O Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em inglês) anunciou os 10 vencedores do Prêmio Tesouros Escondidos 2010 de astrofotografia, que teve cerca de 100 inscritos. O astrônomo russo Igor Chekalin foi o grande vencedor da competição e ganhou uma viagem para o Very Large Telescope (VLT) do ESO, em Paranal, no Chile. Os outros prêmios foram um iPod, DVDs e livros. Devido à dificuldade do desafio, o número de inscritos foi uma surpresa.

A imagem vencedora do primeiro lugar mostra o complexo nebuloso M78 em Orion
A imagem vencedora do primeiro lugar mostra o complexo nebuloso M78 em Orion
Foto: Igor Chekalin/ESO / Divulgação

"Ficamos surpresos com a quantidade e a qualidade das imagens que recebemos. Este não foi um desafio para os fracos, pois era necessário ter conhecimento avançado de processamento de dados e ainda um olhar artístico. Estamos entusiasmados por ter descoberto tantas pessoas talentosas", disse Lars Lindberg Christensen, chefe de educação e do departamento de divulgação pública do ESO. Os participantes escolhiam entre as fotos do banco de dados do ESO e tinham que corrigir distorções, retirar marcas indesejadas e colorir e ressaltar os dados astronômicos.

O vencedor da competição disse ter sido uma grande experiência trabalhar com a base de dados do ESO. "Como astrofotógrafo amador, este foi o trabalho de tratamento e pós-processamento mais difícil que já fiz. Minha participação no concurso me deu uma série de desafios, desde instalar um novo software até estudar técnicas, e até mesmo sistemas operacionais que eu não tinha conhecimento", concluiu o russo Igor Chekalin.

O Observatório Europeu do Sul


O ESO é um dos mais produtivos observatórios do mundo astronômico. É apoiado por 15 países: Áustria, Bélgica, Brasil, Suíça, República Checa, Dinamarca, França, Finlândia, Alemanha, Itália, Países Baixos, Portugal, Espanha, Suécia e Reino Unido.

Redação Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade