Ciência

publicidade
17 de novembro de 2009 • 16h50 • atualizado às 17h42

Crocodilo morre ao tentar fugir sobre manada de hipopótamos

Crocodilo não teve sorte ao tentar escapar pisando sobre as cabeças de hipopótamos enfurecidos na Tanzânia
Foto: Daily Mail / Reprodução

Um jovem crocodilo teve morte violenta ao tentar fugir pisando sobre as cabeças de uma manada de 50 hipopótamos parcialmente submersos no rio Nilo, no Parque Nacional do Serengeti, na Tanzânia. Ao aproximar-se de filhotes do grupo, o réptil foi cercado pelos pais e então tomou a decisão errada: escapar sobre os enfurecidos mamíferos. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

Com medo, uma das mães hipopótamo atacou o crocodilo, cravando seus dentes afiados no pescoço do réptil e matando-o em questão de segundos. A cena rara - captada pelo fotógrafo checo Vaclav Silha - mostra que até mesmo um grande crocodilo não é páreo para um hipopótamo irritado, menos ainda para mais de um exemplar da espécie.

Rapidamente, a manada esmagou o corpo do jovem réptil aparentemente pelo temor de que ele ainda pudesse atacar os filhotes. "Podemos ver este tipo de acontecimento quando hipopótamos pensam que seus filhotes estão em ameaça. É exatamente o que aconteceu", explicou o fotógrafo ao diário britânico. O especialista contou que existe respeito mútuo entre as duas espécies, mas isso é deixado de lado quando as crias de qualquer uma das partes estão em perigo.

Quando irritados, os hipopótamos são considerados os mais agressivos do reino animal, podendo aplicar várias toneladas de pressão em uma única mordida.

Com informações do Terra Chile

Redação Terra