publicidade
08 de maio de 2012 • 09h19

Crocodilo gigante que viveu na África poderia engolir um humano

O Crocodylus thorbjarnarsoni poderia engolir um humano
Foto: Arte Terra / Getty Images
 

Pesquisadores da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, descobriram que o possível maior crocodilo que já existiu viveu entre 2 e 4 milhões de anos atrás no Quênia, na África Oriental. O animal, com mais de 8 metros de comprimento, era grande o bastante para engolir um humano.

"É o maior crocodilo já encontrado. Ele pode ter ultrapassado os 8 metros de comprimento. Para comparar, o maior animal desta espécie era o crocodilo-do-nilo, com quase 6,5 m de comprimento. E a maioria é bem menor", disse o autor do estudo, Christopher Brochu.

Segundo o site Phenomenica, os pesquisadores reconheceram o Crocodylus thorbjarnarsoni a partir de fósseis examinados há três anos no Museu Nacional do Quênia, na cidade de Nairóbi. Alguns foram encontrados em lugares importantes para descobertas de fósseis humanos.

"Ele viveu com nossos ancestrais, e provavelmente se alimentou deles. Não temos fósseis humanos com mordidas de crocodilo, mas estes animais da época eram maiores que os de atualmente, e nós éramos menores, então provavelmente não teria muita mordida envolvida", afirma Brochu.

Terra