Ciência

publicidade
24 de setembro de 2009 • 14h02 • atualizado às 14h37

Bezerro com cara de cão buldogue causa espanto em SC

O bezerro com cara de cão foi encontrado morto em uma fazenda no município de Concórdia, a 430 km de Florianópolis
Foto: Ricardo Santuari/Rádio Aliança / Divulgação
 
Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

O nascimento de um bezerro com traços semelhantes ao de um cão da raça buldogue se tornou um dos principais assuntos na cidade de Concórdia, localizada a cerca de 430 km ao oeste de Florianópolis. No último final de semana, o agricultor Elemar Niemayer, 50 anos, encontrou o bezerro já morto dentro de um potreiro em sua propriedade, na comunidade Frei Rogério, zona rural do município.

A mãe do animal, da raça Jersey, teria dado o parto durante a madrugada depois de uma gestação considerada tranquila. Para a surpresa de Elemar, o bezerro apresentava pernas muito curtas, além de focinho e corpo semelhantes ao de um cão. Segundo ele, o animal pesava apenas 13 kg, metade do peso considerado normal para um bezerro recém nascido.

Um veterinário de uma cooperativa local analisou a má formação do animal. Conforme Ademar Mori, problemas genéticos podem ocorrer em cada dez mil nascimentos de bovinos. No caso do bezerro de Concórdia, a má formação é denominada no meio veterinário como "terneiros buldogues", pelas características que o animal apresenta, como focinhos achatados e patas curtas.

Especial para Terra