publicidade
22 de setembro de 2009 • 19h56 • atualizado em 23 de Setembro de 2009 às 16h31

Vídeo mostra mulher retirando inseto parasita da cabeça

Americana filma larva em seu couro cabeludoClique no link para iniciar o vídeo
Americana filma larva em seu couro cabeludo
 

Cerca de um mês depois de uma recente viagem a Belize, Vanessa Serrao, uma documentarista de Maryland, nos Estados Unidos, cuja especialidade são imagens da natureza, percebeu um calombo supurado em sua cabeça. Ela contou à sua médica que havia ouvido histórias sobre um inseto peludo que usa mosquitos como vetores para depositar larvas sob a pele humana.

"E quando a médica observou com uma lente de aumento", conta Serrao, 33 anos, "me disse que sim, havia alguma coisa vivendo ali". A médica não tinha como remover a larva viva de imediato. Mas ainda que Serrao estivesse ansiosa por se livrar dela - "eu acordava às 3h com o barulho da larva mastigando" -, ela também percebeu que havia recebido uma oportunidade única para alguém de sua profissão.

Por isso, gravou imagens em vídeo que mostravam seus esforços, e os de seu marido Greg Hiemenz, para desalojar a larva. O vídeo resultante, postado no site de Serrao (www.NatureBreak.org), se tornou um sucesso no YouTube. Assista ao vídeo.

Quando o marido diz que está vendo a larva, ela grita "ai, meu Deus". E depois acrescenta: "Talvez a gente devesse usar um tripé". A médica por fim recomendou que o calombo fosse pressionado por fita adesiva, de modo a sufocar a criatura, que Hiemenz posteriormente removeu usando pinças.

Mas saibam que não é um vídeo para quem sente repulsa facilmente. Até mesmo Serrao enfrentou dificuldades para assisti-lo. "Foi bem nojento para mim", diz. "Não consegui assistir de imediato. Tive de deixar algum tempo passar antes de criar coragem de assistir ao vídeo".

Tradução: Paulo Migliacci ME

The New York Times